Vigilante mata colega após acordar com dores anal e desconfiar que foi abusado sexualmente

Vigilante mata colega após acordar com dores anal e desconfiar que foi abusado sexualmente

Um jovem de apenas 24 anos, trabalha de vigilante, confessou matar um colega de trabalho, J.B.S., 56 anos, com cinco tiros, por esse motivo se entregou à Polícia Civil no dia 04/08/2017. Ele

Leia tudo

Um jovem de apenas 24 anos, trabalha de vigilante, confessou matar um colega de trabalho, J.B.S., 56 anos, com cinco tiros, por esse motivo se entregou à Polícia Civil no dia 04/08/2017.

Ele confessou ter matado o colega de trabalho na fazenda da Massa Falida do grupo Reunidas Boi Gordo, em Comodoro, que fica 644 km de distância de Cuiabá.

Durante seu depoimento a polícia na delegacia local, o jovem declarou que não aguentava mais as brincadeiras de seu colega de trabalho, sempre falando em tom sarcástico e de conotação sexual, disse não suportar mais esse tipo de jogo de palavras que vinha da vítima.

Ele ainda declarou que era necessário tomar remédios para conseguir pegar no sono, por fazia uso de medicação para dormir que o deixava dormir muito pesado e que sempre acordava com dores na região anal.

Ao relatar o fato ao colega, esse respondeu que se aproveitava de seu sono pesado para abusar dele dormindo. Ele ficou com muita raiva e descontrolado matou o colega.

O rapaz ao se entregar disse que cometeu o homicídio num momento de descontrole, pois ficou com muita raiva. Depois, o vigilante saiu da fazenda e foi a cidade se entregar Polícia Civil.