Tenente dos bombeiros vira ré e deve usar tornozeleira após morte de aluno

Tenente dos bombeiros vira ré e deve usar tornozeleira após morte de aluno

A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) contra a tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur de Souza Dechamps pela morte do aluno Rodrigo Patrício Lima Claro, de 21 anos,

Leia tudo

A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) contra a tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur de Souza Dechamps pela morte do aluno Rodrigo Patrício Lima Claro, de 21 anos, que passou mal durante um treinamento em novembro de 2016. Ledur deve responder pelo crime de tortura. Além dela, outros cinco militares dos bombeiros foram denunciados.
A decisão é da juíza Selma Rosane Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá e foi publicada na quinta-feira (27). O G1 não conseguiu contato com a defesa da tenente.
Na sentença, a magistrada determina que Ledur seja monitorada por tornozeleira eletrônica para evitar o risco de novas infrações, entretanto negou o pedido de prisão preventiva contra a tenente.