Superando crenças limitantes

Superando crenças limitantes

Este artigo aborda como lidar com um determinado tipo de obstáculo que você pode encontrar no caminho para o seu sucesso. Eu sou extremamente feliz por ter feito coaching e treinado milhares de

Leia tudo

Este artigo aborda como lidar com um determinado tipo de obstáculo que você pode encontrar no caminho para o seu sucesso.

Eu sou extremamente feliz por ter feito coaching e treinado milhares de pessoas, muitas das quais têm enfrentado desafios significativos em sua vida. Além de geralmente terem uma mentalidade positiva, uma característica comum em cada "história de sucesso" é que cada um desses indivíduos tem sido capaz de mudar quaisquer crenças "limitantes" que eles pudessem ter sobre a situação que estavam enfrentando e os objetivos que queriam alcançar.

Crenças 𝐥𝐢𝐦𝐢𝐭𝐚𝐧𝐭𝐞𝐬

Uma crença limitante é uma crença que você tem sobre si mesmo, outras pessoas ou o mundo em geral, que limita você a ser, fazer ou ter o que você quer ser, fazer ou ter no futuro. Os exemplos incluem:

• Eu sou estúpido
• Eu não mereço o sucesso
• As pessoas que têm dinheiro são más/desonestas/gananciosas
• As pessoas com a minha formação não terão sucesso
• Eu preciso de qualificações para ter sucesso na vida
• Eu deveria saber todas as respostas


Às vezes, essas crenças que parecem ser reais ou "a verdade", aparentam ter esse poder sobre nós. Existem muitas maneiras de mudar as crenças limitantes, algumas das quais provavelmente vão exigir a ajuda de um Practitioner de PNL ou de um coach qualificado, e algumas em que você pode fazer o coaching em você mesmo.

𝐃𝐨𝐦𝐚𝐧𝐝𝐨 as crenças

Aqui estão algumas dicas para remover/reduzir o impacto das crenças limitantes. Elas podem ser usadas ​​em combinação umas com as outras.

𝟏. 𝐏𝐫𝐨𝐜𝐮𝐫𝐞 𝐩𝐞𝐥𝐨𝐬 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐫𝐚𝐞𝐱𝐞𝐦𝐩𝐥𝐨𝐬. Pergunte a si mesmo: "onde ou quando essa crença não foi verdadeira para você ou para outras pessoas?" Encontre suficientes contraexemplos para superar essa crença. Uma cliente, diretora de uma consultoria de gestão, acreditava que não conseguia vender para grandes clientes. Depois da minha solicitação pelo décimo exemplo dela realizando venda com sucesso para grandes clientes, ela começou a rir, percebendo que a crença era simplesmente falsa.

𝟐. 𝐔𝐭𝐢𝐥𝐢𝐳𝐞 𝐚𝐬 𝐩𝐨𝐬𝐢𝐜𝐨𝐞𝐬 𝐩𝐞𝐫𝐜𝐞𝐩𝐭𝐢𝐯𝐚𝐬: muitas vezes, colocando-se no lugar do outro, ou imaginando-o a partir da perspectiva de um observador neutro, isso muda a forma como você percebe a situação. Uma cliente, uma atleta de resistência, disse que, depois de ter falhado em sua tentativa anterior, se ela falhasse de novo em atingir a meta, ela seria um fracasso (essa é uma crença limitante). Pedi que ela imaginasse alguém que tivesse feito uma tentativa sem sucesso no ano passado, e que nesse ano fez todo o treinamento e preparação, o que ela pensaria dessa pessoa? Ela respondeu: "Eu acho que ela é corajosa e dedicada." "Essa é você!", respondi.

𝟑. 𝐕𝐞𝐫𝐢𝐟𝐢𝐪𝐮𝐞 𝐚 𝐬𝐮𝐚 𝐫𝐞𝐚𝐥𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞: às vezes fazemos suposições e depois começamos a acreditar nelas. Pode valer a pena se perguntar: "Como eu sei que essa crença é verdadeira?", ou até "Como eu sei que essa crença não é falsa?"

𝟒. 𝐀𝐮𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞 𝐚𝐬 𝐬𝐮𝐚𝐬 𝐜𝐚𝐩𝐚𝐜𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞𝐬: crenças limitantes podem resultar da falta de habilidades. Ao aprender essas habilidades, suas crenças provavelmente vão mudar.

𝟓. 𝐅𝐚ç𝐚 𝐝𝐞 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐚: 𝐩𝐞𝐫𝐠𝐮𝐧𝐭𝐞 𝐚 𝐬𝐢 𝐦𝐞𝐬𝐦𝐨: "Como seria alguém que poderia fazer isso? Como ele agiria?", e, em seguida, faça isso. "Finja até conseguir!"

𝟔. 𝐔𝐬𝐞 𝐚 𝐦𝐞𝐧𝐭𝐚𝐥𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐨 𝐬𝐮𝐜𝐞𝐬𝐬𝐨: considere crenças positivas antagônicas. Comporte-se como se elas fossem verdadeiras. Lembre-se de enfocar a causa.

𝟕. 𝐐𝐮𝐚𝐥 é 𝐨 𝐬𝐞𝐮 𝐨𝐛𝐣𝐞𝐭𝐢𝐯𝐨? Algumas vezes, entrar em contato com os seus valores, senso de identidade ou propósito irá ajudá-lo a encontrar a motivação para superar uma crença limitante. Nos meus cursos de treinamento, muitas vezes peço aos participantes para pensarem em algo que eles acham que não podem fazer, e em seguida imaginar que a felicidade e a realização de um ente querido depende deles serem capazes de fazê-lo. Eu, então, pergunto se eles de alguma forma encontraram uma maneira de alcançar a meta, e em todos os casos, a resposta foi um sonoro 'SIM'.

𝟖. 𝐕𝐨𝐜ê 𝐣á 𝐦𝐮𝐝𝐨𝐮 𝐚 𝐬𝐮𝐚 𝐜𝐫𝐞𝐧ç𝐚 𝐚𝐧𝐭𝐞𝐬: quase todos nós já acreditamos alguma vez que não podíamos fazer alguma coisa, e mais tarde descobrimos que podíamos. Pense agora em pelo menos cinco vezes em que você fez isso (por exemplo: participar de uma corrida de 10 quilômetros, ser promovido). Poderia a atual crença limitante simplesmente ser outro exemplo de uma crença que atingiu sua data de validade, ou que em breve será?
Ocasionalmente os clientes removem as crenças limitantes, apenas para descobrir que um tipo similar de crença aparece mais tarde. Por exemplo, alguém pode acreditar que não pode começar o seu próprio negócio. Tendo eliminado essa crença inicial, ele agora pode achar que quer conseguir, por exemplo, um lucro de cinquenta mil reais no seu segundo ano de atividade. Se esse desejo levar para outra crença limitante sobre ser capaz de alcançar esse objetivo, isso pode simplesmente significar que a pessoa está se movendo para frente: ela não teria identificado essa segunda crença se não tivesse eliminado a primeira e não tivesse tomado ações em direção aos objetivos dela!

𝑹𝒆𝒔𝒖𝒎𝒐

As crenças limitantes, embora aparentem ser potencialmente reais, podem ser simplesmente o resultado de um pensamento imperfeito, que pode ser superado de inúmeras maneiras, levando os clientes a se sentirem empoderados para alcançar seus objetivos.

Escrito por:
Jeremy Lazarus

Posts Relacionados