Sexta-feira com névoa e sol na Grande SP

Sexta-feira com névoa e sol na Grande SP

Ar polar intenso se afasta e temperatura

Leia tudo

Ar polar intenso se afasta e temperatura sobe


A sexta-feira começa com muita umidade em todo o sul e no leste de São Paulo . O litoral, a Grande São Paulo e áreas dos Vales do Paraíba e do Ribeira amanhecem com céu nublado com muita névoa e até nevoeiro . O sol aparece a partir do meio da manhã e predomina a tarde. Mas a névoa pode voltar a se formar no fim da tarde

Nas outras regiões do estado, o sol fica forte desde cedo. Não há previsão de chuva.

Publicidade


O fim de semana será com predomínio de sol no estado de São Paulo, mas a névoa e o nevoeiro podem se formar no começo da manhã em várias áreas, incluindo a Grande São Paulo.

Confira mais detalhes da previsão para São Paulo

Temperatura
O ar polar intenso se afasta do Brasil e a temperatura sobe nos próximos dias também no estado de São Paulo. A noite e o amanhecer ainda serão frios, mas as tardes ficam agradáveis até com a sensação de um pouco de calor.

Todo o estado de São Paulo esquentou. A tarde da quinta-feira, 20, foi 4°C a 8°C mais quente, em média, do que a tarde da quarta-feira. Na capital, a temperatura subiu 9°C! A máxima no dia 20 foi de 23,8°C e no dia 19 de 13,8°C, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

Saiba a diferença entre névoa úmida, nevoeiro e névoa seca

Névoa forte no fim da tarde de quinta-feira,
Várias áreas na cidade de São Paulo e da Grande São Paulo terminaram a tarde de quinta-feira, 20 de junho, com uma forte névoa . A brusca redução da visibilidade no horizonte foi sentida nos aeroporto de Congonhas , na zona sul da capital, que passou da situação de ótima visibilidade às 16 horas para 4500 metros às 17h20. Às 18 horas, a visibilidade baixou para 3500 metros .

No complexo das rodovias Anchieta e Imigrantes, que liga a Grande São Paulo à Baixada Santista, a redução da visibilidade ocorreu mais cedo. A concessionária que administra estas rodovias implantou a operação comboio na via Anchieta por volta das 15 horas e o esquema especial ainda estava em vigor às 16 horas.

A região do Vale do Ribeira também sentiu este aumento de umidade e a formação da névoa na tarde desta quinta-feira.

Como a névoa se formou?
A forte névoa que encobriu parte da Grande São Paulo, do litoral e do Vale do Ribeira se f ormou por causa da grande entrada de umidade marítim a que ocorreu com a mudança na direção dos ventos . Os ventos da direção nordeste, do continente para o mar, predominavam no começo da tarde e mudaram para as direções sul e sudeste, do mar para o continente, a partir do meio da tarde. Além de trazer umidade para o sul e para o leste de São Paulo, estes ventos de sul/sudeste trouxeram também ar frio que fizeram a temperatura baixar rapidamente. No aeroporto de Congonhas, a temperatura baixou de 20°C às 16 horas para 15°C às 17h. O excesso de umidade e a queda da temperatura formaram a névoa.

As fotos mostram a evolução da névoa sobre Santo André, cidade na parte sul da Grande São Paulo

Por volta das 16h30

Foto: Valdir Hermann, Santo André/SP - forte névoa no fim da tarde de 20/7/17
O que acontece no BR depois do frio intenso?

#fotografeotempo

Tem sempre alguma coisa no céu para contar a história do seu dia

Participe!

O seu vídeo pode ser divulgado no nosso canal do Youtube, no site e nas redes sociais. É só gravar a condição do tempo e mandar para o nosso Whatsapp: 11 9 9420-7548.

Um meteorologista para satisfazer a sua curiosidade! Confira em #pergunteaometeorologista

Notícias - informações importantes do tempo e do clima