Sertanejo desabafa após parceiro ser esfaqueado em SP: 'Arrasado'

Sertanejo desabafa após parceiro ser esfaqueado em SP: 'Arrasado'

agressão sofrida pelo sertanejo Ronnan Medeiros, de 39 anos, durante um assalto à sua residência em Jacupiranga, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, deixou familiares e amigos muito abalados.

Leia tudo

agressão sofrida pelo sertanejo Ronnan Medeiros, de 39 anos, durante um assalto à sua residência em Jacupiranga, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, deixou familiares e amigos muito abalados. Ele levou três facadas nas costas e está internado em estado grave. O cantor Raphael, que faz dupla com Ronnan, conversou com o G1 sobre a comoção gerada pelo crime.

De acordo com Raphael, a família já recebeu telefonemas de diversos amigos, clientes e até outros artistas do meio prestando apoio. O músico conta que Ronnan é uma pessoa muito querida. "Estamos todos arrasados. Não foi só o roubo, mas a agressão. Como a situação é delicada, pedimos as orações e boas energias de todos".

Nas redes sociais, amigos e fãs do sertanejo também fizeram várias postagens pedindo que todos orem pela sua rápida recuperação e para que a polícia encontre os criminosos o mais rápido possível. "A comoção está muito forte. Todos estão revoltados com o que aconteceu. Nós queremos que a justiça seja feita".

Dupla se apresenta em diversas casas de shows da região (Foto: Arquivo Pessoal) Dupla se apresenta em diversas casas de shows da região (Foto: Arquivo Pessoal)
Dupla se apresenta em diversas casas de shows da região (Foto: Arquivo Pessoal)
Sobre sua relação com Ronnan, o cantor garante que os dois são muito próximos, por conta da amizade de 20 anos e da grande convivência nos ensaios e apresentações da dupla. "Ele é como um irmão pra mim. Estou confiante de que logo irá se recuperar e estará cantando ao meu lado. Ainda temos uma longa estrada pela frente".


A dupla Ronnan e Raphael foi formada há 15 anos e se apresenta em diversas casas de shows do interior de São Paulo. Eles também já cantaram em rodeios, feiras, festivais e festas do peão, e ainda gravaram um CD e um EP. "Somos bem conhecidos na região. Ainda quero cantar ao lado do Ronnan por pelo menos mais 15 anos".

Dupla foi formada após 5 anos de amizade (Foto: Arquivo Pessoal) Dupla foi formada após 5 anos de amizade (Foto: Arquivo Pessoal)
Dupla foi formada após 5 anos de amizade (Foto: Arquivo Pessoal)
O caso
O cantor sertanejo Ronnan Medeiros foi esfaqueado três vezes nas costas durante um assalto à sua residência em Jacupiranga, na madrugada de domingo (8). Ele foi encaminhado para o Hospital Regional Vale do Ribeira, em Pariquera-Açu, e seu estado de saúde é grave.

Segundo informações de um amigo da vítima, que preferiu não se identificar, após fechar a casa de shows que mantém na cidade, o músico e a esposa se dirigiram ao local onde moram, na Rua Xui, no bairro Botuquara. Ao chegar à residência, o casal se deparou com dois assaltantes encapuzados, que já haviam revirado toda a casa.

Ainda de acordo com o relato, a esposa de Ronnan pediu para eles se retirarem da casa. Porém, nesse momento, os bandidos atacaram o casal e ainda deram três facadas nas costas do cantor.

Família de Ronnan está recebendo apoio de vários amigos (Foto: Arquivo Pessoal) Família de Ronnan está recebendo apoio de vários amigos (Foto: Arquivo Pessoal)
Família de Ronnan está recebendo apoio de vários amigos (Foto: Arquivo Pessoal)

"Depois, eles pediram o dinheiro que ele tinha, deixaram os dois com as mãos e pés amarrados e amordaçados no chão. A esposa dele conseguiu se soltar e correr para pedir ajuda a um vizinho. Foi então que levaram o Ronnan para o Hospital Regional, em Pariquera-Açu".

A vítima passou três horas em cirurgia e agora segue entubada, em estado grave de saúde. De acordo com o amigo, o médico pediu 72 horas de observação, pois Ronnan precisou receber uma grande quantidade de sangue e seu corpo ainda pode rejeitá-lo. O caso será investigado pela Delegacia Sede de Jacupiranga.

Em nota, o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira (Consaúde) informa que o paciente passou por cirurgia e segue internado no Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, em Pariquera-Açu, sob cuidados médicos intensivos.

Fonte: g1.globo.com