Primeiras impressões do Galaxy Note 8, um monstro do hardware

Primeiras impressões do Galaxy Note 8, um monstro do hardware

Resumo da ópera Ainda temos muito a falar sobre o Galaxy Note 8. O display, por exemplo, merece um capítulo à parte para comentar sobre a proporção de 18,9:5, mais próxima da usada nas telas de

Leia tudo

Resumo da ópera
Ainda temos muito a falar sobre o Galaxy Note 8. O display, por exemplo, merece um capítulo à parte para comentar sobre a proporção de 18,9:5, mais próxima da usada nas telas de cinema. Cabe nele mais conteúdo, o que é ótimo para quem gosta de ler reportagens longas ou curte ficar zanzando pelo feed do Instagram.
Já a bateria, com 3.300 mAh, promete boa autonomia de uso. O veredito será dado quando publicarmos a análise completa sobre o smartphone.
O Galaxy Note 8 traz novidades interessantes que justificam a tela grande e a presença da caneta eletrônica. Os engenheiros da Samsung souberam adicionar recursos que tiram o máximo proveito das especificações técnicas.
Detalhe do Galaxy Note 8 (Foto: Thássius Veloso/TechTudo) Detalhe do Galaxy Note 8 (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)
Detalhe do Galaxy Note 8 (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)
Pena que a câmera dupla, ao menos por ora, fica só na promessa. Não me entenda mal: o Note 8 produz fotos espetaculares, tal como o Galaxy S8. Dar ao usuário a opção de escolher entre duas composições de imagens para um mesmo momento também é uma ótima pedida. No entanto, o foco dinâmico que deveria ser o destaque do dia mostrou-se ineficiente.
A Samsung anunciou que o Galaxy Note 8 chegará ao mercado norte-americano em 15 de setembro. O preço varia de US$ 930 a US$ 960, o que dá R$ 2.920 e R$ 3.015, em conversão direta e sem levar em consideração os impostos. Ainda não se sabe o preço e a disponibilidade no Brasil. A expectativa é de que ele apareça em terras tupiniquins na primeira quinzena de outubro