Presença de Lula muda rotina para tirar passaporte na PF em Curitiba

Presença de Lula muda rotina para tirar passaporte na PF em Curitiba

O atendimento das pessoas que agendaram a emissão do passaporte nesta segunda-feira (9) na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, foi alterado após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio

Leia tudo

Acesso ao prédio está limitado a grupos de pessoas que precisam comprovar o agendamento para emissão do documento.

O atendimento das pessoas que agendaram a emissão do passaporte nesta segunda-feira (9) na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, foi alterado após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no sábado (7).

Com as ruas bloqueadas e o portão principal de acesso fechado, quem precisa entrar no prédio tem que comprovar o agendamento para passar pelo bloqueio da Polícia Militar ao redor do local.
O público também precisa esperar em uma fila na área externa. A entrada é permitida apenas em grupos conforme outras pessoas deixam à sede da PF.

Apenas carros oficiais estão autorizados a transitar pelo local. A Polícia Federal não informou até quando continuará com este esquema de segurança.

Manifestantes
Apoiadores de Lula passaram a noite no espaço delimitado pela Polícia Militar nas proximidades do prédio onde o ex-presidente está preso.

Na noite de domingo (8), a PM disse que 350 pessoas estavam no local. Na manhã desta segunda-feira, o número de manifestantes era menor.

Por volta das 10h30, a candidata à Presidência da República pelo PSOL Manuela D’Avila chegou no acampamento. Ela deve discursar ao lado de outros políticos petistas como o senador Lindbergh Farias e o deputado federal Paulo Pimenta.