Pesquisa aponta Bolsonaro na frente em São Paulo

Pesquisa aponta Bolsonaro na frente em São Paulo

A divulgação da última pesquisa presidencial do Instituto Paraná, nesta quarta-feira (28), aponta dois cenários que podem influenciar diretamente o jogo eleitoral deste ano. Focado no eleitorado de São Paulo. O estudo traz, pela primeira vez, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) na dianteira da corrida, seguido pelo ex-governador do estado, Geraldo Alckmin (PSDB). Além disso, mostra que a presença do ex-presidente Lula na disputa pode fazer toda a diferença no resultado do pleito.

Leia tudo

O eleitor de São Paulo, que tem o maior colégio eleitoral do País (22,4%), sempre teve predileção pelos candidatos tucanos. Porém, esta realidade pode mudar este ano, já que Bolsonaro deteve 22% das intenções de voto, enquanto Alckmin tem 20%. Este resultado é atingido quando Lula aparece como candidato. O petista, neste caso, ficou com 19%.

Mas, quando Lula é retirado do páreo, outros candidatos que poderiam substituí-lo pontuaram muito abaixo do ex-presidente. Quando se considera a candidatura de Jaques Wagner, que foi ministro do governo Dilma Rousseff (PT), por exemplo, ele fica com apenas 1,3%.

Já se o escolhido for o ex-prefeito da capital paulista, Fernando Haddad, o índice sobe um pouco e vai para 6%. Mesmo assim, todos ficam atrás de figuras como Marina Silva e Ciro Gomes.

Confira abaixo os resultados da pesquisa:

Cenário com Fernando Haddad:
Jair Bolsonaro 23,4%
Geraldo Alckmin 22,1%
Marina Silva 12,3%
Ciro Gomes 6,5%
Fernando Haddad 6%
Álvaro Dias 3,8%
Rodrigo Maia 1,3%
Fernando Collor 1,1%
Henrique Meirelles 1%
João Amoêdo 0,7%
Levy Fidelix 0,7%
Guilherme Boulos 0,5%

Cenário com Jaques Wagner:
Jair Bolsonaro 23,5%
Geraldo Alckmin 23,2%
Marina Silva 13,3%
Ciro Gomes 7,2%
Álvaro Dias 4%
Fernando Collor 1,5%
Rodrigo Maia 1,4%
Jaques Wagner 1,3%
Henrique Meirelles 1%
Manuela DÁvilla 0,8%
João Amoêdo 0,7%
Levy Fidelix 0,7%
Guilherme Boulos 0,5%

Cenário com Lula:
Jair Bolsonaro 22,3%
Geraldo Alckmin 20,1%
Lula 19,7%
Marina Silva 8,8%
Ciro Gomes 5,3%
Álvaro Dias 3,6%
Rodrigo Maia 1,1%
Henrique Meirelles 1%
Fernando Collor 0,8%
João Amoêdo 0,7%
Manuela Dávilla 0,5%
Guilherme Boulos 0,4%
Levy Fidelix 0,4%