Pais inventam doença de filho para dar golpe em doadores nos EUA

Pais inventam doença de filho para dar golpe em doadores nos EUA

Um casal norte-americano que vivia na cidade de Port Byron, no estado de Nova York, foi preso após a polícia descobrir que eles haviam convencido o próprio filho, de 10 anos de idade, de que ele

Leia tudo

Um casal norte-americano que vivia na cidade de Port Byron, no estado de Nova York, foi preso após a polícia descobrir que eles haviam convencido o próprio filho, de 10 anos de idade, de que ele estava com câncer para poderem aplicar um golpe.

Martin e Jolene LaFrance, ambos de 35 anos, fizeram uma página na plataforma GoFundMe para receber doações que supostamente arcariam com os gastos do tratamento do filho CJ.

A detetive Nicole Stewart, responsável pelo caso, descobriu que os pais conseguiram arrecadar cerca de US$ 3 mil (mais de R$ 10 mil) de doações de pessoas comovidas com a história de CJ, que teria sido diagnosticado com um linfoma de Hodgkin, segundo os pais.

"Eu sou humilde e me perco nas palavras, obrigado a todos do fundo do meu coração, a sua generosidade e compaixão são simplesmente surpreendentes", comentou Martin LaFrance na página de doações antes que ela fosse excluída.

Em um comunicado, a GoFundMe anunciou que vai reembolsar todas as pessoas que doaram para a farsa dos LaFrance.

"É importante lembrar que a nossa plataforma é apoiada pela Garantia GoFundMe, o que significa que, no caso raro de uso indevido, os doadores estão totalmente protegidos e receberão o dinheiro de volta. Além disso, estamos colaborando na investigação ", disse a plataforma.