Pablo Vittar ficou chateado por causa da fakenews da Copa

Pablo Vittar ficou chateado por causa da fakenews da Copa

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) convidou Pabllo Vittar para cantar o Hino Nacional na estreia do Brasil na Copa de 2018? Não é verdade. No texto que circula na web, o presidente da

Leia tudo

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) convidou Pabllo Vittar para cantar o Hino Nacional na estreia do Brasil na Copa de 2018? Não é verdade.

No texto que circula na web, o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, diz que o Brasil é um país com grande diversidade de gênero e tem que dar espaço para artistas como Pabllo.

A CBF nega ter feito o convite. A declaração de Del Nero também é falsa. A entidade diz que a organização da Copa do Mundo é de inteira responsabilidade da Fifa.

Além disso, é tradição nas aberturas de jogos da Copa do Mundo a execução de músicas instrumentais, sem uso de voz. Na Rússia, isso não deve mudar.

A informação falsa circula pelo Facebook desde dezembro e já foi compartilhada milhares de vezes nas redes sociais. O texto circula ao lado de uma foto em que a cantora e performer aparece ao lado de jogadores uniformizados da Seleção brasileira.

Procurada, a assessoria de Pabllo Vittar também diz que a notícia é totalmente falsa e se sente triste pelo ocorrido.

Pabllo Vittar tem sido alvo de diversos outros boatos na internet, como o de que ia ser pai, o de que ia apresentar um programa infantil na TV e o de que havia captado verba milionária via Lei Rouanet. Todos foram desmentidos pela drag queen.

Ela não tem sido protagonista de tantas fake news à toa: no final do ano passado, Pabllo Vittar estreou no ranking “Social 50” da Billboard, que aponta semanalmente os artistas mais influentes nas redes sociais no mundo. Ela também foi uma das artistas mais tocadas no país e ainda ganhou o Troféu Domingão - Melhores do ano pela música "K.O.".