O SOL PODE SER APAGADO TOTALMENTE?

O SOL PODE SER APAGADO TOTALMENTE?

Segundo uma dupla de cientistas pesquisadores, o sol pode ser explodido. Alexander Bolonkin, doutor em Engenharia Aeronáutica, e Joseph Friedlander, especializado em ciência da computação, estimam

Leia tudo

Segundo uma dupla de cientistas pesquisadores, o sol pode ser explodido. Alexander Bolonkin, doutor em Engenharia Aeronáutica, e Joseph Friedlander, especializado em ciência da computação, estimam que se uma bomba nuclear gigantesca puder partir da terra e chegar ao interior do sol – e só explodir quando estivesse no centro da estrela, isso geraria uma reação em cadeia o suficiente pra aumentar a temperatura do sol em bilhões de graus Celsius, e explodi-lo, varrendo quase todo o sistema solar. Seria o fim da terra e de dezenas de outros planetas e astros.


A teoria se baseia no fato de que as reações internas do sol seguem um equilíbrio ordenado: o núcleo esquenta, libera energia e acelera o processo de fusão que gera gás hélio. Ao acelerar, o núcleo esfria, fica mais denso e a liberação de gás hélio diminui. Mas ao ficar denso, o processo de fusão volta a crescer. E assim a nossa estrela pulsa. Segundo a dupla de pesquisadores, uma bomba nuclear suficientemente grande aumentaria a temperatura tão rápido que desiquilibraria essa ordem. O processo de fusão seria milhares de vezes mais rápido, queimando em pouco tempo o combustível do sol. Tão pouco tempo que essa liberação de energia é comparada a uma explosão literal do nosso sol.

Mas, não fique nervoso. Essa teoria é refutada por diversos motivos. Primeiro, a terra não tem fontes de energia o bastante para construir uma bomba que perturbasse a ordem do núcleo do sol. Segundo, a temperatura da superfície do sol é de mais de 5 mil graus Celsius, ou seja: nada consegue tocar o sol sem derreter. Logo, não é possível deslocar nenhum material para o interior do sol. Esse estudo é refutado e desconsiderado por diversas entidades e professores de física, astrofísica, astronomia, e áreas pertinentes ao estudo do nosso universo. A revista que publicou o artigo científico da dupla, também é conhecida por publicar muito conteúdo de cunho científico duvidoso. A dupla de cientistas, no entanto, alegou que construiu a teoria como maneira de alertar contra a possibilidade de mentes sociopatas tentarem intervir na ordem do nosso sistema, gerando uma catástrofe universal. Se quiser conferir o artigo na íntegra, segue o link: http://www.scirp.org/journal/PaperInformation.aspx?PaperID=34277





Posts Relacionados