'O outro lado do paraíso': Renato será humilhado

'O outro lado do paraíso': Renato será humilhado

g1 gshow vídeos As novelas no ar hoje fogem do realismo'Deus salve o rei': Virgílio descobrirá plano de Afonso contra RodolfoJuliana Caldas fala da abordagem do nanismo em 'O outro lado do

Leia tudo



'O outro lado do paraíso': Renato será humilhado


Renato (Rafael Cardoso) será humilhado por Samuel (Eriberto Leão) nos próximos capítulos de "O outro lado do paraíso".

O diretor do hospital demitirá o médico depois que ele assinar a alta médica de Beth (Gloria Pires) sem realizar sequer um exame:

- A paciente corria risco de vida! Ou estou errado? Espero que tenha feito uma boa avaliação da Elizabeth.

- Nem fui olhar - responderá Renato.

Samuel ficará espantado:

- Seu trabalho anda péssimo de uns tempos para cá: tira licenças, falta. Eu estava disposto a esperar essa fase passar. Mas não. Agora dá alta para uma paciente em risco. Está demitido.

- Não aceito a demissão. Sou subdiretor do hospital - argumentará o vilão.

- E eu sou diretor. Demito quem eu quero.



Renato ameaçará acusá-lo de assédio caso perca o emprego:

- Está demitindo porque é gay. Eu sei que sou gostoso. E não cedi às tuas cantadas.

- Eu nunca cantaria um verme como você. Está se aproveitando do fato de eu ser gay para me acusar. É o que homens do seu tipo fazem quando acuados. Em vez de enfrentarem a situação, em vez de aceitarem o erro, inventam uma história que nunca existiu - dirá Samuel, humilhando o rapaz.

- Vai dizer que não me pegava se eu desse mole? - questionará Renato.

- Se tivesse uma boa explicação para a alta da mãe da Clara, não perderia o emprego. O doutor Aguiar aqui presente é testemunha de que sua demissão não é fruto de uma cantada mal dada. Faça o favor. Saia da minha sala. Saia deste hospital. Rua.