O ator Nicolas Prattes fala sobre público Gay

O ator Nicolas Prattes fala sobre público Gay

Uma única e curta participação no último capítulo de “Terra nostra” (1999), como filho dos personagens de Ana Paula Arósio e Thiago Lacerda, foi a estreia do menino Nicolas Prattes na televisão. De

Leia tudo

Uma única e curta participação no último capítulo de “Terra nostra” (1999), como filho dos personagens de Ana Paula Arósio e Thiago Lacerda, foi a estreia do menino Nicolas Prattes na televisão. De lá para cá, ele chegou a rejeitar a profissão, mas voltou a cair de amores pelo ofício e, em 2015, ressurgiu para o grande público como Rodrigo, protagonista de “Malhação”. Logo depois, brilhou em “Rock story”, como Zac. E agora está arrasando no “Dança dos famosos”. A seguir, o ator de 20 anos fala sobre carreira, projetos e vida pessoal.

Como é para você ser um homem muito admirado e desejado também pelo público gay? Meu crush!

Fabrício Portella

Amo! Não tenho isso de público gay. Meu público é meu público. São todos seres humanos, e sou muito feliz de tê-los comigo.

Apesar de ainda estar em início de carreira, você já conseguiu a estabilidade financeira?

Luana Moraes

Acredito que é cedo para isso. Porém, estou muito feliz com meu trabalho, e a estabilidade seria apenas a consequência disso.

Desde a sua estreia em “Terra nostra” até o quadro “Dança dos famosos”, como analisa sua evolução artística?

Marcos da Rocha

Dos 7 aos 10 anos, eu não queria ser ator. Mas, desde que tomei a decisão, acho que as coisas aconteceram do jeito que tinham que acontecer, sempre com muitos altos e baixos, como qualquer carreira. Sinto que amadureci muito.

A participação no “Dança”, onde você mostra muito da sua sensualidade e do seu molejo, fez com que o assédio aumentasse?

Marina Silveira

Não senti isso. Vejo que as pessoas elogiam bastante, com respeito. Mas nada de assédio em relação a isso.

Como foi fazer um psicopata no filme “O segredo de Davi” (na foto)? Vamos te ver de um jeito nunca antes visto num trabalho de dramaturgia?
André Moreira

Vocês vão me ver de um jeito que nem eu tinha me visto. Levei dois dias para descolorir o cabelo. Foi bem difícil! Nunca deixei de hidratar para que a conta não viesse depois.

Posts Relacionados