Nota de repúdio da Associação Paulista de Imprensa SP

Nota de repúdio da Associação Paulista de Imprensa SP

papel 85 anos À ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE IMPRENSA ATRAVES DE SEUS DIRIGENTES E ASSOCIADOS SE MANIFESTAM POR UNANIMIDADE ATRAVÉS DESTA: NOTA OFICIAL DE REPÚDIO Vimos a

Leia tudo



À ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE IMPRENSA ATRAVES DE SEUS DIRIGENTES E ASSOCIADOS SE MANIFESTAM POR UNANIMIDADE ATRAVÉS DESTA:



NOTA OFICIAL DE REPÚDIO





Vimos a público repudiar com veemência todos os atos de agressão e cerceamento ao livre exercício profissional à jornalistas ocorridos em São Paulo, Curitiba e João Pessoa, nos últimos episódios decorrentes da cobertura jornalística sobre a prisão do ex Presidente Lula, todos exclusivamente direcionados aos profissionais de imprensa.



Nestes últimos dias vimos repetidamente à total falta de tolerância ao sagrado e indispensável trabalho de inúmeros jornalistas, que tem como missão, a informação à sociedade brasileira independente da opinião de cada um desses profissionais sobre o fato ou a noticia que está sendo registrada, e indiscutível que todos eles, possuem a prerrogativa do direito do exercício legal da sua profissão que representa o puro exercício dá liberdade de expressão.



Independente da opinião de cada um desses profissionais o seu trabalho de jornalista deve ser livre e respeitado por toda a sociedade.



A falta do mínimo direito ao arbítrio da informação e a comunicação social, representa um atentado lesa Pátria, contra a sociedade e ao Estado Democrático de Direito.



Portanto, nós da ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE IMPRENSA, repudiamos todos e quaisquer atos, que direta ou indiretamente possa ir contra o trabalho pela livre informação da sociedade, por mais justificável que possa ser, essa atitude para nós configura um atentado a soberania do País e a sua Democracia assim como é deplorável a atitude deste individuo ou grupo de pessoas que aviltam a própria sociedade destruindo um dos seus principais pilares de sobrevivência enquanto nação civilizada que é o direito indispensável a informação com ética, dignidade e profissionalismo.



ão Paulo, 10 de abril de 2018.





RAMY MOSCOVIC SERGIO DE AZEVEDO REDÓ

Jornalista Jornalista

Presidente de Honra API Presidente da Associação Paulista de Imprensa