Motorista de Camaro envolvido em acidente na Imigrantes se apresenta à polícia no ABC

Motorista de Camaro envolvido em acidente na Imigrantes se apresenta à polícia no ABC

Duas mulheres que estavam em Ecosport morreram em grave colisão no km 29 da rodovia. Motorista de Mercedes-Benz foi preso.

Leia tudo

O motorista de um Camaro também envolvido no acidente na Rodovia dos Imigrantes na noite desta terça-feira (9) na região de São Bernardo do Campo, no ABC, se apresentou à polícia nesta quinta (11). Duas mulheres que estavam em um Ford Ecosport morreramdepois que o carro foi atingido por uma Mercedes-Benz, saiu da pista e pegou fogo.

Segundo testemunhas, o motorista da Mercedes-Benz estaria disputando um racha com um Chevrolet Camaro. O motorista do Camaro é um policial civil que trabalha na delegacia do Cambuci, no Centro de São Paulo. Ele se apresentou no 3º Distrito Policial de São Bernardo.

A apresentação do investigador foi negociada por um advogado com o delegado responsável pelo caso. Ele prestou depoimento e vai dar detalhes do que aconteceu na estrada na noite de terça-feira. A polícia ainda não informou se ele será indiciado em algum crime.

O motorista da Mercedes-Benz, o empresário André Micheletti, teve a prisão preventiva decretada na quarta (10) após audiência de custódia. Segundo o delegado que investiga o caso, Rui Diogo da Silva, ele dirigia o carro a, pelo menos, 180 km/h.

Em depoimento à polícia, o empresário disse que estava na velocidade limite da via, de 120 km/h, e que foi fechado pelo Ecosport, onde estavam as vítimas. A Justiça decretou a prisão preventiva de Micheletti e ele foi levado para o CDP de São Bernardo do Campo.

Ele vai responder preso por homicídio doloso (com intenção), por ter assumido o risco de matar, além de tentativa de homicídio. Tanto ele quanto o motorista da Ecosport, André Gonçalves, estavam com a habilitação cassada.

Racha

Para a polícia, não há dúvidas que antes de bater no Ecosport, onde estavam oito pessoas que voltavam do litoral, Micheletti apostava corrida com outro caro. Em depoimento à polícia, Micheletti disse que estava na velocidade permitida e que foi fechado pelo Ecosport.

“Nem que seja pelo menos uma disputa, uma disputa num curto espaço de tempo mas que teve essa disputa entre os dois veículos entre o Camaro e a Mercedes essa daí realmente nós já estamos convencidos”, disse o delegado Rui Diogo da Silva.

O acidente aconteceu no km 29 da Rodovia dos Imigrantes, onde a velocidade máxima é de 120 km/h. No carro atingido estavam quatro adultos e quatro crianças entre um e cinco anos. As mães das crianças, Juliana Gamarra e Vitória Alves Furnaleto morreram.