Motorista de 35 anos é preso pela segunda vez em MS por uso de CNH falsificada

Motorista de 35 anos é preso pela segunda vez em MS por uso de CNH falsificada

Segundo a PRF, homem disse que estava com habilitação vencida há mais de um mês. Ele tinha autorização para categoria B, mas conduzia um cam

Leia tudo

Segundo
a PRF, homem disse que estava com habilitação vencida há mais de um
mês. Ele tinha autorização para categoria B, mas conduzia um caminhão.



Um motorista de 35 anos foi preso por uso de Carteira Nacional de
Habilitação (CNH) falsificada ao ser flagrado na BR-262, em Água Clara
(MS), na madrugada desta quarta-feira (3). Essa é a segunda vez que o
homem é preso pelo mesmo motivo. A outra vez foi em Três Lagoas, também
na região lesta de Mato Grosso do Sul.


Durante a abordagem, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista de
um caminhão com placas de Bandeirantes (MS) apresentou uma CNH com
indícios de falsificação. A equipe pediu outro documento de
identificação e o suspeito entregou o RG, também com sinais de
adulteração.


Ao checarem o sistema, os policiais constataram que os dados dos
documentos tratavam de outra pessoa. NA CNH e RG as fotos foram trocadas
pelo do condutor.


Ao ser questionado, o motorista disse à PRF que é habilitado na
categoria B – para veículos de passeio -, mas que a carteira estava
vencida há mais de um mês. O suspeito contou ainda que comprou a CNH
falsificada em Campo Grande por R$ 1 mil porque tinha problemas de visão
e pouco estudo.


Segundo ele, o nome falso seria para dificultar a descoberta da
habilitação falsa, já que o nome no documento é de uma pessoa
regularmente habilitada.


No sistema, foi constatado também que o suspeito já tinha sido preso em
junho de 2017 pela mesma infração. O homem encaminhado para a Polícia
Federal de Três Lagoas, onde foi preso na primeira vez.