Luzia se encontra com o próprio filho para fazer sexo em Segundo Sol: “Vamos pra cama?”

Luzia se encontra com o próprio filho para fazer sexo em Segundo Sol: “Vamos pra cama?”

A novela Segundo Sol terá uma cena inusitada nos próximos capítulos. Depois que Luzia (Giovanna Antonelli) descobrir que o filho, Ícaro (Chay Suede), virou garoto de programa, ela resolverá

Leia tudo

A novela Segundo Sol terá uma cena inusitada nos próximos capítulos. Depois que Luzia (Giovanna Antonelli) descobrir que o filho, Ícaro (Chay Suede), virou garoto de programa, ela resolverá “contratar os seus serviços” como uma forma de se aproximar dele.

Depois que fez amizade com a filha, Manuela (Luisa Arraes), ela decide se disfarçar para convencer o rapaz a deixar essa vida. Tudo começa quando ela vai até o restaurante da irmã, Cacau (Fabíula Nascimento), e conta toda a situação, no capítulo de terça-feira (30).

“Garoto de programa?! Eu não acredito! Não pode ser! Como ele pode ter feito isso?! Vender o que a gente tem de mais sagrado?! Não é possível…”, dispara a morena. “É duro, mas é verdade, Cacau”, lamenta Luzia. “Por que?! Ele não precisava”, diz a tia do rapaz.

“Eu sempre dei tudo pra ele! Ele nunca passou necessidade aqui”, explica. “Talvez tenha sido esse o problema, foi acostumado a ter tudo fácil demais”, diz a mãe. “A gente precisa descobrir uma maneira de chegar em Ícaro, de tocar no coração dele…”, afirma ela.

“Meu filho foi muito machucado, ele precisa aprender a gostar dele mais um pouco… eu tenho que conversar com ele! Eu podia marcar um encontro, como se fosse um programa”, sugere. “Será, irmã?”, pergunta Cacau, e as duas começam a procurar o contato.

Elas encontram e Luzia marca o encontro, se passando por outra pessoa. “Alô, é do Templo dos Deuses Baianos? Queria marcar um encontro com o Tony. É possível? Tá ok. Hotel Bahia do Sol, cinco da tarde. Pago em espécie mesmo. OK. Meu nome? Sílvia. Só Silvia”

“Minha irmã, tem certeza do que está fazendo?”, pergunta Cacau. “Eu não tenho certeza de nada, Cacau, só sigo meu coração! Não sei nem o que vou falar pra ele, tou com um frio na barriga mais gelado que o inverno na Islândia! Que meus santos me ajudem”, dispara.

Na sequência, Laureta aparecerá dando o endereço do hotel para Ícaro, que chega até lá e se depara com Luzia usando uma peruca e batom vermelho. “Você deve ser a Sílvia”, dirá ele. “Sim, e você o Tony”, rebate ela, e os dois trocam olhares no final do capítulo.

No início do capítulo de quinta-feira, ela afirma: “Fique à vontade. Eu sou Silvia. Ah, já disse isso”. “Prazer, Silvia. Vamos direto pra cama?”, questiona o rapaz, e ela fica assustada: “O quê?”. “Como o quê?”, pergunta ele, e ela se toca: “Ah… Não, não, podemos ficar aqui no sofá”.

Ela sugere que eles apenas conversem, mas Ícaro tentará se aproximar, mas ela continua se afastando e ele fica sem entender. “É sua primeira vez?”, pergunta. “Na verdade… não. Eu já sou cliente desse site há algum tempo, mas… a questão é que… eu lhe chamei aqui pra conversar”, anuncia.

“Conversar?”, reage. “Quero só bater papo. Eu sou muito sozinha, já sofri de síndrome do pânico, não me sinto bem na rua, e sinto falta de companhia…”, explica. “Então, você vai me pagar só pra ficar falando comigo? É isso?”, pergunta. “É. Tudo bem pra você?”, questiona, e ele diz que sim.

Os dois então começam a comer e ele comenta: “Você tem um papo bom, é engraçada, não precisa pagar ninguém pra conversar”. “Todo mundo tem problemas, né? O meu é medo, de sair, de pessoas. E o seu? Se existisse esse telefone mágico, o que você pediria? Pra sua vida melhorar?”, pergunta.

“Ah… sei lá! Mentira, sei sim, dinheiro, muito dinheiro. Foi por isso que entrei nesse trabalho”, diz ele. “Você não gosta do seu trabalho?”, questiona. “Claro que não, quem pode gostar? É que não tive outro jeito, tenho que conseguir logo uma grana. Tô nisso há pouco tempo, depois eu largo”, revela.

“Só quero juntar uma grana pra alugar um apê pra morar com a minha irmã. Ela é adotada, não se dá bem com a família que a adotou…. A gente inclusive brigou. Ultimamente, briguei com todo mundo! Com minha irmã com a tia que me criou…”, dirá. “E o coração? Não tem ninguém na sua vida?”, pergunta ela.

“Eu conheci uma menina, ela também faz programa. A gente se apaixonou. Nunca gostei de ninguém feito gosto dela”, responde. “Você quer ajudar sua irmã, alugar um apê, tanta coisa ao mesmo tempo… Quer abraçar o mundo, não é? Relaxa um pouco”

A conversa continua e ela segue com as dicas: “Faça as pazes com sua irmã e com sua tia. O perdão é tão libertador! Eu também estava brigada com uma irmã e recentemente perdoei ela, entendi que ela teve seus motivos pra ter feito o que fez. Todo mundo tem motivos, já pensou nisso?”, pergunta.

“A verdade nem sempre é uma só, ela tem nuances, tem dois lados”, continua ela, mas o celular dele apita, ele checa e diz que chegou a sua hora. “Posso te chamar mais vezes?”, pergunta, e ele responde: “Sempre que precisar. Será um prazer”.

Luzia então o abraça, com expressão sofrida, se emocionando. Quando ele deixa o local, ela arranca a peruca e cai no choro.
Luzia se encontra com o próprio filho para fazer sexo em Segundo Sol: “Vamos pra cama?”