Lula segue na liderança para 2018, segundo Datafolha

Lula segue na liderança para 2018, segundo Datafolha

O petista lidera com 34% e Jair Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 17%

Leia tudo

O petista lidera com 34% e Jair Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 17%

02/12/2017 - 18h12minAtualizada em 02/12/2017 - 20h55min

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança para a presidência, nas eleições de 2018, em todos os cenários, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (2). O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) está isolado em segundo lugar da corrida presidencial. Aqui, Lula lidera com 34% e Bolsonaro o segue com 17%. Marina Silva (Rede) aparece numericamente acima do pelotão encabeçado por Geraldo Alckmin e Ciro Gomes, mas tecnicamente empatada com ambos.

É a primeira pesquisa divulgada após o fortalecimento do nome do governador Geraldo Alckmin (PSDB) como candidato tucano ao Planalto. O tucano aparece em quarto lugar na disputa, empatado numericamente com o ex-governador Ciro Gomes (PDT, 6%) e tecnicamente com o ex-ministro do Supremo Joaquim Barbosa (sem partido mas cortejado pelo PSB, 5%) e o senador Alvaro Dias (Podemos, 3%).

Na pesquisa espontânea, quando a intenção de voto é questionada sem apresentação de nomes, Lula surge com 17% das citações e Bolsonaro, com 11%. Todos os outros pontuam de 1% para baixo. O "ninguém" tem 19% e não sabem afirmar em que candidato votariam, 46%.

Segundo turno

Lula ganha em todos os cenários de segundo turno. Ele ampliou em quatro pontos percentuais sua vantagem, em relação à pesquisa feita no fim de setembro, no confronto com Alckmin (52% a 30%), Marina (48% a 35%) e Bolsonaro (51% a 33%).

Sem o nome do petista — o ex-presidente pode ser impedido caso a condenação de nove anos e seis meses imposta pelo juiz Sérgio Moro for confirma em 2ª instância —, a pesquisa apresenta Bolsonaro com 21%, Marina com 16% e Ciro se beneficiando de votos do petista, com 12%. Alckmin segue com 9%, empatado tecnicamente com Alvaro Dias (5%).

O instituto fez 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.


Posts Relacionados