Lula faz declaração surpreendente contra o STF e recebe apoio dos brasileiros

Lula faz declaração surpreendente contra o STF e recebe apoio dos brasileiros

O ex-presidente Lula recebeu hoje as visitas do líder do MST João Pedro Stédille e do ex-presidente do PT Rui Falcão.

Leia tudo

O ex-presidente Lula recebeu hoje as visitas do líder do MST João Pedro Stédille e do ex-presidente do PT Rui Falcão. De acordo com Stédile, os movimentos sociais irão coletar assinaturas para pressionar o Supremo Tribunal Federal julgar o caso de Lula.

“O STF não merece respeito do povo brasileiro”, denunciou o ex-presidente da República.
“Lula está indignado com o entreguismo da Eletrobras, da Embraer e das crianças separadas das mães nos Estados Unidos”, relatou Stédile.

Segundo o dirigente do MST, ao sair da prisão, Lula disse que concederá uma medalha para cada um dos militantes que participaram da vigília em frente à Polícia Federal de Curitiba.
“Acabou o nhém-nhém-nhém. Vou ser candidato até a última consequência. Os políticos brasileiros apodreceram. Vou convocar uma Assembleia Constituinte no meu governo”, afirmou Lula, segundo Stédile.

O líder do MST antecipou uma extensa agenda política, além do abaixo-assinado, com marchas, greve de fome, caravanas e protestos pela liberdade do ex-presidente Lula.
Nesta quinta (5) completou 90 dias da prisão política de Lula.