Imouto Sae Ireba Ii

Imouto Sae Ireba Ii

Imouto Sae Ireba Ii – Ficha TécnicaGênero: Comédia RomânticaEstúdio: Silver LinkBaseado em: Light NovelNúmero de Episódios: 12Estreia: 2017 | Temporada de OutonoO que vocês esperam de uma comédia r

Leia tudo

Imouto Sae Ireba Ii – Ficha Técnica

Gênero: Comédia Romântica
Estúdio: Silver Link
Baseado em: Light Novel
Número de Episódios: 12
Estreia: 2017 | Temporada de Outono

O que vocês esperam de uma comédia romântica? Algo que seja bom e agradável de assistir, certo? Imouto Sae Ireba Ii consegue passar tudo isso e algo a mais. Tendo bastantes personagens carismáticas e excêntricas, consegue ser uma obra com animação muito consistente.

Quando anunciaram que esse material iria ser adaptado para anime, muitos a compararam a Eromanga Sensei, por ser uma comédia romântica e abordar o tema “irmãzinhas”. Mas Imouto é uma produção totalmente diferente, com uma história que aborda e faz referências às indústrias: literária e de animação japonesa.

A escolha do estúdio Silver Link foi bastante adequada. É um estúdio que está acostumado com esse tipo de obra. A direção de Shin Oonuma é bastante regular em todo o anime. Ele tem um bom tempo cômico e bastante experiência com obras assim. As músicas temas de abertura (“Ashita no Kimi sae Ireba Ii.” – ChouCho) e encerramento (“Donna Hoshizora yori mo, Donna Omoide yori mo – Aira Yuuki) passam uma sensação calma e leve. Sendo assim, bem escolhidas para o anime.

Começamos o anime já com uma cena bem insana, porém, foi algo que surpreendeu. Ninguém espera estar assistindo a um anime e ele começar da forma que começou. No entanto, gerou uma boa cena de comédia, mas depois a obra em si volta ao normal. Tudo foca no Itsuki interagindo com os amigos que também são escritores, exceto a Miyako; temos essa interação informando alguns pontos, por exemplo, que a Nayuta é apaixonada e já se declarou para o Itsuki. A explicação dos fatos no fim do episódio já vale muito a pena.

Voltando ao cotidiano do nosso protagonista, muitas vezes podemos ver referências a outras obras, que deixa o anime a cada episódio mais divertido de se assistir. É apresentada a relação de editores e escritores quando estão próximo de entregar o rascunho, e de uma forma cômica o quanto é difícil os trabalhos dos mesmos.

Não faltam personagens carismáticas. Como é o exemplo da Nayuta, uma excelente escritora, muito melhor que o Itsuki, porém, que começou a escrever por causa dele. Temos também a Miyako, uma estudante na faculdade que ainda não sabe o que fazer. Haruto – que é aquele típico autor que gosta de um clichê. Chihiro que é o “irmão” do protagonista. Coisas estranhas acontecem no Japão, não é mesmo? (Alerta de Spoiler) não é irmão, é irmã. (Fim do Spoiler). As personagens de suporte também são bastantes legais.

Ao se passar alguns episódios, jogam alguns dramas a serem resolvidos. Coisas que existem em toda comédia romântica, mas aqui, você consegue entender como os personagens se sentem com aquilo. A staff do anime conseguiu passar isso bem, muitas vezes quando jogavam a opening ou a ending passando junto ao fundo com uma animação de momento.

Mais referencias são mostradas, como quando sua obra vai ser adaptada para anime, mas fazem uma m**** e ignoram seu material original, e você tem que incentivar os fãs a assistirem… triste isso! Temos a parte boa também, quando sua Light Novel ganha uma adaptação para mangá, e a mangaká consegue melhorar o original.

Imouto Sae Ireba Ii é uma obra onde os personagens têm evolução, fica nítido isso ao longo dos episódios, temos uma cena explicando porque o protagonista começou a escrever, temos uma confissão sem saber que estava se confessando. Coisas que deixam quem está vendo feliz. A única coisa pior, é que o anime não tem um final fechado, ficam algumas coisas em aberto, mas é um bom anime e você pode se divertir muito durante.