Ganso é exaltado por jornais espanhóis em empate: "revolucionou a partida"

Ganso é exaltado por jornais espanhóis em empate: "revolucionou a partida"

Ganso aproveitou a meia hora que teve de oportunidade nesta quarta-feira (6) no empate por 1 a 1 do Sevilla contra o Maribor. O brasileiro teve atuação de destaque no último jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões, marcando um gol e se apresentando para jogar no duelo fora de casa contra os eslovenos. Tal desempenho recebeu elogios pela imprensa espanhola, crítica por seu estilo de jogo pouco dinâmico e incomum no futebol europeu.

Leia tudo

"Ganso foi o revolucionário da partida. Sua entrada no segundo tempo fez com que o Sevilla fosse o Sevilla, uma equipe com muito mais ambição no ataque do que mostrada em campo desde o início. O brasileiro fez o gol de empate e ajudou a criar mais ocasiões. Aproveitou os poucos minutos que lhe dão no Espanhol para confirmar que seu papel nesta equipe pode ser muito maior", avaliou o jornal "Marca".

Ao entrar aos 14min do segundo tempo, o brasileiro atuou centralizado, organizando as ações do Sevilla ao lado de Banega e Guido Pizarro. Diante de um rival retrancado, Ganso encontrou espaços com passes e também apareceu para concluir dentro e fora da área. Em uma de suas finalizações, igualou o marcador do jogo – com uma bela ajudinha do goleiro Handanovic.

O "Mundo Deportivo" também elogiou a aposta do técnico interino Ernesto Marcucci no brasileiro. "Marcucci apelou à magia de Ganso e o brasileiro seria o homem que conseguiu maquiar de alguma maneira a noite eslovena", escreveu a publicação, que destacou, além do gol, uma cabeçada e outra finalização do meia, que desperdiçou a oportunidade da virada após um cruzamento de Jesús Navas.

O jornal "As", por sua vez, seguiu reticente com o potencial do ex-santista e são-paulino. A publicação argumentou que fazia sentido apostar em Ganso em um jogo com características lentas, mas que esse estilo não serve para qualquer jogo.

"Na metade de uma partida tão pastosa, Ganso era uma boa ideia. Jogo lento, mas clarividente para detectar o ferrolho do Maribor. Escudero chutou duas vezes com veneno. Também Banega. Handanovic fez três boas defesas. No entanto, cometeu um erro grosseiro no chute do brasileiro, que marcou e voltou a reivindicar mais espaço, embora seu futebol de salão, lento, deixe dúvidas", publicou.

O Sevilla avançou às oitavas de final da Liga dos Campeões de modo independente ao resultado desta quarta na Eslovênia, pois o Liverpool goleou o Spartak de Moscou e classificou o time espanhol para a fase seguinte da competição europeia.

Posts Relacionados