Falta de gols "tira sono", mas mobiliza colorados: "Todo mundo engasgado"

Falta de gols "tira sono", mas mobiliza colorados: "Todo mundo engasgado"

A marca de um mês sem marcar gols tem incomodado os atacantes do Inter, a ponto de perderem o sono. Mas nada como uma semana inteira para trabalhar, discutir e melhorar a pontaria. Com o duelo contra

Leia tudo

A marca de um mês sem marcar gols tem incomodado os atacantes do Inter, a ponto de perderem o sono. Mas nada como uma semana inteira para trabalhar, discutir e melhorar a pontaria. Com o duelo contra a Chapecoense, pela sexta rodada do Brasileirão, marcado apenas para a próxima segunda-feira, o atacante Rossi acredita que o time estará pronto para tirar o grito "engasgado" nos jogadores e torcida colorada.

Após o fechamento da quinta rodada, o Inter figura com o pior ataque do Campeonato Brasileiro. Foi às redes somente duas vezes, na vitória sobre o Bahia, na estreia. De lá para cá, são mais de 500 minutos de hiato, contando ainda a derrota por 1 a 0 para o Vitória, nas oitavas de final da Copa do Brasil. O alerta segue aceso, já que a Chape deve montar um sistema mais defensivo no Beira-Rio.

– Tira o sono da gente que é atacante, que tem a responsabilidade de fazer os gols. Mas viemos trabalhando forte para criar e a bola poder entrar, somar os pontos. Todo mundo que joga ali na frente está engasgado para fazer os gols. Se Deus quiser, contra a Chape vai sair. É ter tranquilidade e saber que vamos enfrentar um time que sabe se defender muito bem – comentou o atacante Rossi em entrevista coletiva nesta terça.
Além da equipe retomar o caminho dos gols, Rossi persegue seu primeiro com a camisa vermelha. Ele acumula cinco jogos pelo clube, entre Brasileirão, Copa do Brasil e Gauchão. Nada como enfrentar um adversário que conhece de perto para encontrar os atalhos para findar com o jejum pessoal e coletivo, acredita ele.
– (A Chapecoense) É um clube que tenho um carinho muito grande, abriu as portas para mim no futebol nacional. Tenho carinho pelas pessoas que estão lá, mas hoje estou representando o povo gaúcho, o povo colorado. Então, se tiver de entrar no jogo, vou estar à disposição para tentar vencer. Já estou sonhando com o gol, com a comemoração. Espero que possa fazer já – reforça.

O grupo colorado volta a treinar na manhã de quarta-feira em busca de aprimorar as finalizações da equipe. O duelo contra a Chapecoense está marcado para as 20h de segunda-feira, pela sexta rodada do campeonato nacional. O Inter é atualmente 16º colocado, com cinco pontos.
Falta de gols "tira sono", mas mobiliza colorados: "Todo mundo engasgado"