Eduardo Cunha chora após Sérgio Moro mandar transportá-lo na parte de trás da viatura

Eduardo Cunha chora após Sérgio Moro mandar transportá-lo na parte de trás da viatura

O ex presidente da Câmara, Eduardo Cunha não gostou de ser transportado para uma audiência da parte de trás de um veículo da Polícia Federal, e chorou ao saber que teria que ir no que ele chamou de

Leia tudo

O ex presidente da Câmara, Eduardo Cunha não gostou de ser transportado para uma audiência da parte de trás de um veículo da Polícia Federal, e chorou ao saber que teria que ir no que ele chamou de "jaula".

Segundo a defesa, o local é inseguro e Cunha não ofereceria risco caso se sentasse ao lado dos agentes da PF (ver foto abaixo).

A reclamação foi feita ao juiz Sergio Moro que, no entanto, rejeitou o pedido.

“… este julgador realizou inspeção no veículo e pôde constatar que o acusado foi transportado na parte de trás do veículo, onde existe um banco com acolchoamento e cinto de segurança”, escreveu o magistrado.

“De fato, o transporte no local não é totalmente confortável, mas está longe de causar sofrimento ou de ser indigno ao transportado. Entendo que, com todo o respeito ao ex-Deputado, as condições, embora não sejam ideais, são adequadas, considerando as limitações de recursos das forças de segurança”, completou o juiz.