Doze mil imóveis com desconto para famílias que ganham até R$ 4 mil

Doze mil imóveis com desconto para famílias que ganham até R$ 4 mil

São os imóveis que serão ofertados no Estado para quem tem renda de até R$ 4

Leia tudo

São os imóveis que serão ofertados no Estado para quem tem renda de até R$ 4 mil
Aproximadamente 12 mil imóveis serão financiados com preços e condições mais atrativas para as famílias que ganham até R$ 4 mil bruto por mês. Serão 2 mil imóveis este ano e mais 10 mil no próximo ofertados pelo programa Minha Casa Minha Vida pela Caixa Econômica Federal. Entre as facilidades oferecidas está o subsídio em até 90% do valor da unidade e o parcelamento em até 30 anos.

Os imóveis são para três faixas de renda familiar. No Estado, a faixa 1 é destinada a famílias que ganham até R$ 1,8 mil por mês. A faixa 1,5 contempla quem recebe de R$ 1,8 mil a R$ 2,6 mil. E a faixa 2 é voltada para famílias com renda de R$ 2,6 mil a R$ 4 mil.
“A expectativa é beneficiar cerca de 12 mil famílias até o próximo ano, cerca de 36 mil pessoas”, comenta João Roncetti, presidente da Comissão Minha Casa Minha Vida do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado (Sinduscon).

Segundo ele, os imóveis serão comprados na planta. Quem se encaixa na faixa 1,5 ou na faixa 2 e quiser adquirir uma unidade, deverá ir diretamente a construtora e realizar o cadastro. Já aqueles que estão na faixa 1 precisam Há situações para quem ganha até R$ 1,8 mil que a prestação para a compra do imóvel fica muito inferior ao preço de um aluguel, chegando a quase R$ 100 por mês. O valor baixo das prestações possibilita que mais pessoas tenham acesso à moradia.” Ele complementa que o contrato de tempo médio para que a empresa realize a construção do imóvel é de 24 a 36 meses.

Para o economista Paulo Henrique Corrêa, o mercado de construção civil foi um dos mais impactados na crise, e ter mais moradias é um bom sinal, principalmente porque as pessoas nesse setor sofreram bastante devido à falta de empregos.se cadastrar na prefeitura do seu munic“Qualquer estímulo de crescimento a um setor como o da construção civil, que é um grande gerador de emprego e renda, é muito positivo. Seja na forma de crédito ou facilidade de compra. Tendo aumento da demanda, as construtoras diminuem os estoques, assim há necessidade de novos lançamentos e de contratar pessoas para a obra. Tudo isso gera um efeito em cadeia na construção civil e nas áreas ligadas a ela.”

No Estado

Faixa 1

Famílias que ganham até R$ 1,8 mil podem financiar imóveis de até R$ 82 mil, com subsídio de até 90% do valor. O parcelamento é feito em 10 anos e é preciso fazer o cadastro na prefeitura do município.

Faixa 1,5

Renda bruta familiar mensal de R$ 1,8 mil a R$ 2,6 mil. Tem até R$ 36.950 de subsídio para imóveis de até R$ 128 mil. Os juros são de 5% ao ano. Se a pessoa tiver mais de três anos de FGTS cai para 4,5% ao ano. Parcelamento em até 30 anos. O cadastro é feito na construtora.

Faixa 2

Famílias com renda bruta mensal de R$ 2,6 mil a R$ 4 mil. Subsídio de até R$ 17 mil para imóveis com valor de até R$ 160 mil. Os juros variam. Parcelamento em até 30 anos. O cadastro é feito na construtora.ípio.

Posts Relacionados