"Clínica de Reabilitação" cultivava 550 pés de maconha em Londrina-PR.

"Clínica de Reabilitação" cultivava 550 pés de maconha em Londrina-PR.

Fonte: Jornal O Tempo Brasil - Publicado em 09/01/2018 - 03hs.SÃO PAULO. Na fachada de uma casa em Londrina, cidade do interior do Paraná, um cartaz pendurado no portão traz a seguinte promessa: “Seu problema com drogas ou álcool tem solução”.

Leia tudo

Fonte:
Jornal O Tempo Brasil - Publicado em 09/01/2018 - 03hs.

SÃO PAULO. Na fachada de uma casa em Londrina, cidade do interior do Paraná, um cartaz pendurado no portão traz a seguinte promessa: “Seu problema com drogas ou álcool tem solução”.

Do portão para dentro, a história é outra. O lugar que se vendia como uma clínica para tratar pessoas com dependência química escondia, na verdade, uma linha avançada de produção e beneficiamento de maconha.

O crime foi descoberto por acaso pelo Corpo de Bombeiros na tarde de domingo. Um vizinho da clínica acionou a corporação porque viu muita fumaça saindo de um dos cômodos do estabelecimento.

Segundo a porta-voz dos bombeiros, a tenente Luana da Silva Pereira, foi preciso arrombar o portão do centro de reabilitação para apagar o fogo. "Foi apenas um princípio de incêndio, que logo foi controlado. No processo de rescaldo, a equipe descobriu a plantação de maconha", disse.

A plantação estava espalhada pelo terreno dentro de estufas com temperatura controlada por ventiladores e até aparelhos de ar-condicionado – foram encontrados 550 pés de maconha.

Segundo a Polícia Militar, a linha de produção era organizada. A maconha colhida era desidratada, moída e acondicionada em pequenas porções. O produto continha inclusive selo e embalagem. No local, a polícia também apreendeu 3 kg da droga já pronta para o consumo. A Polícia Militar informou que quando a corporação esteve no local não encontrou nenhum representante ou paciente. A clínica foi interditada.

Fonte: Jornal O Tempo