BOMBA NO CASO VITÓRIA GABRIELLY: B.O. DE MAUS TRATOS CONTRA A GAROTA VAZA PARA IMPRENSA

BOMBA NO CASO VITÓRIA GABRIELLY: B.O. DE MAUS TRATOS CONTRA A GAROTA VAZA PARA IMPRENSA

O caso de Vitória Gabrielly tem mais uma reviravolta. O corpo da menina de 12 anos foi encontrado no sábado (16), em uma área de mata fechada, a aproxidamente 5 km de distância de onde ela foi

Leia tudo


O caso de Vitória Gabrielly tem mais uma reviravolta. O corpo da menina de 12 anos foi encontrado no sábado (16), em uma área de mata fechada, a aproxidamente 5 km de distância de onde ela foi
19/06/2018 03:45 - Lei e Ordem Palavras chave:

O caso de Vitória Gabrielly tem mais uma reviravolta. O corpo da menina de 12 anos foi encontrado no sábado (16), em uma área de mata fechada, a aproxidamente 5 km de distância de onde ela foi levada; apresentava marcas de tortura, o que levou a polícia para uma outra linha de investigações específica, já que um crime com estas características de ódio pode indicar vingança. De acordo com o programa 'Cidade Alerta', apresentado na tarde desta segunda-feira (18), que é comandado pelo apresentador Luiz Bacci, novas e importantes informações podem mudar os rumos do caso. Isso porque, na Delegacia de Araçariguama (SP), já existiam documentos que comprovam que alguém muito próximo da família já havia sido denunciado por maus tratos. Boletins de Ocorrência sobre maus tratos a Vitória Gabrielly são encontrados A reportagem do Cidade Alerta conseguiu, com exclusividade, os Boletins de Ocorrência, um deles por maus tratos contra Vitória, que foi lavrado no ano de 2012. A queixa crime foi contra a madrasta da menina, Maria Lusanira Mesquita Vaz, atual esposa do pai da adolescente. Início NOTÍCIAS Bomba no caso Vitória Gabrielly: B.O. de maus tratos contra a garota vaza para imprensa, assista Por 1News Brasil - 18 de junho de 2018 Share O caso de Vitória Gabrielly tem mais uma reviravolta. O corpo da menina de 12 anos foi encontrado no sábado (16), em uma área de mata fechada, a aproxidamente 5 km de distância de onde ela foi levada; apresentava marcas de tortura, o que levou a polícia para uma outra linha de investigações específica, já que um crime com estas características de ódio pode indicar vingança. De acordo com o programa 'Cidade Alerta', apresentado na tarde desta segunda-feira (18), que é comandado pelo apresentador Luiz Bacci, novas e importantes informações podem mudar os rumos do caso. Isso porque, na Delegacia de Araçariguama (SP), já existiam documentos que comprovam que alguém muito próximo da família já havia sido denunciado por maus tratos. Boletins de Ocorrência sobre maus tratos a Vitória Gabrielly são encontrados A reportagem do Cidade Alerta conseguiu, com exclusividade, os Boletins de Ocorrência, um deles por maus tratos contra Vitória, que foi lavrado no ano de 2012. A queixa crime foi contra a madrasta da menina, Maria Lusanira Mesquita Vaz, atual esposa do pai da adolescente. A mãe de Vitória levou a filha até a delegacia nesta ocasião para realizar a denúncia de maus tratos, ao que tudo indica, a relação de Maria com Rosana Guimarães e demais familiares da menina não era das melhores Em outro Boletim de Ocorrência, lavrado na mesma delegacia, no ano de 2014, Maria Lusanira é quem procurou a polícia para prestar queixa contra Rosana Guimarães. Na ocasião, a mulher afirmou que estava recebendo ameaças de agressão da mãe de Vitória, que não se conformava com a separação. Como esse crime bárbaro – de conotações que apontam vingança – estas brigas familiares chamam bastante atenção. As investigações continuam sob sigilo de justiça e todas a linhas investigativas serão analisadas para buscar a verdade sobre o que motivou e quem matou Vitória Gabrielly. Para a Polícia, quem raptou a menina era conhecida e próxima da família.