Ausência de Guerrero faz falta ao Fla. Veja os números

Ausência de Guerrero faz falta ao Fla. Veja os números

Paolo Guerrero tem feito de 2017 a melhor temporada da sua carreira. Em 34 jogos, marcou 19 gols e distribuiu cinco assistências. Mas, o peruano não atuou nas últimas partidas devido a uma lesão grau

Leia tudo

Paolo Guerrero tem feito de 2017 a melhor temporada da sua carreira. Em 34 jogos, marcou 19 gols e distribuiu cinco assistências. Mas, o peruano não atuou nas últimas partidas devido a uma lesão grau 2 na coxa direita, sentida no início do confronto contra o Santos (onde o Mais Querido foi derrotado por 3 a 2, no Pacaembu).

A expectativa é que o camisa 9 retorne na partida de volta das semifinais da Copa do Brasil, contra o Botafogo, na próxima quarta-feira (23). A ausência do atacante tem feito falta ao time, que não tem conseguido reter a bola no ataque. O substituto, Felipe Vizeu, tem perfil mais finalizador, não ajudando tanto na construção ofensiva.

Com Paolo em campo, o rubro-negro venceu 20 partidas, empatou nove e perdeu cinco vezes (67% de aproveitamento). Sem ele, são oito vitórias, sete empates e quatro derrotas (54% de aproveitamento).

O peruano também participou, através de gols e assistências, de 25% dos 96 gols que a equipe marcou na temporada. Com ele, a média da equipe é de 1,9 tento por peleja. Sem o centroavante, cai para 1,5 gol por jogo.

Felipe Vizeu, cria da base, é quem o tem substituído. Entretanto, o aproveitamento do jovem atacante é baixo. Foram 21 jogos (oito como titular e 13 como reserva), totalizando 1.009 minutos no gramado. Balançou as redes apenas em quatro oportunidades. Para efeito de comparação, o camisa 47 precisa de 252 minutos para marcar. Já o peruano tem média de um gol a cada 162 minutos.

Confira a origem dos gols de Paolo Guerrero

Perna direita: 5
Cabeça: 5
Perna esquerda: 4
Falta: 2
Pênalti: 2
Coxa: 1