Aluna apresenta trabalho sem roupa após critica de professora

Aluna apresenta trabalho sem roupa após critica de professora

Um aluna da Universidade de Cornell, em Nova York, apresentou sua tese sem roupa após ter sido criticada dias antes por uma professora. Letitia Chai, de 18 anos, alega que a docente questionou um

Leia tudo

Um aluna da Universidade de Cornell, em Nova York, apresentou sua tese sem roupa após ter sido criticada dias antes por uma professora.
Letitia Chai, de 18 anos, alega que a docente questionou um shorts usado por ela na prévia do trabalho.

Em entrevista ao jornal universitário The Corwell Daily Sun, a aluna contou que a professora Rebekah Maggor havia classificado a peça como "muito curta" para um discurso

-A primeira coisa que a professora me disse (na prévia da tese) foi "é isso mesmo que você usaria?"

Um aluno ainda comentou durante a discussão que a palestrante tinha a “obrigação moral” de se vestir de maneira mais conservadora durante uma apresentação, o que fez Letitia deixar a sala de aula.

"Não digo aos meus alunos o que vestir, nem defino para eles o que constitui uma roupa apropriada", escreveu Rebekah em e-mail enviado à publicação. “Peço a eles que reflitam por si mesmos e tomem suas próprias decisões”.

A professora ainda lembrou que, antes de questionar Letitia, havia pedido a um aluno que tirasse o boné e obedecesse à política de vestuário.

"Dizer a alguém para tirar o boné não é a mesma coisa que dizer a uma garota que seus shorts são curtos demais", rebateu a aluna.

Uma declaração assinada por 11 dos 13 alunos que testemunharam a cena classifica a atitude de Rebekah como um "erro de fraseado", fato reconhecido por ela assim que Letitia saiu da sala. A professora ainda desculpou-se à classe pelo ocorrido mas, de acordo com a aluna, ao encerrar a aula, Rebekah a encontrou e perguntou o que a mãe dela achava desse tipo de roupa.

"Minha mãe é professora de estudos de feminismo, gênero e sexualidade. Ela está bem com meus shorts", respondeu

E completou: "Vou dar o melhor discurso da minha vida."

No dia da apresentação oficial da tese, Letitia tirou as roupas e ficou vestida apenas com as roupas íntimas.
Ela explica que a intenção do protesto não era perseguir a professora, mas aumentar a conscientização sobre essa "grande questão social". A apresentação da tese foi transmitida ao vivo no Facebook.

Em nenhum momento Letitia fez menção à docente ou ao incidente entre elas.
A universitária disse que se solidarizava com aqueles que já foram questionados por causa de suas aparências a partir da percepção de outras pessoas.
O discurso de Letitia foi assistido por colegas, professores e convidados. "Tirem a roupa, todos!", proclamou a estudante
E, de acordo com o jornal universitário, mais de 20 pessoas atenderam ao chamado
Aproximadamente metade do público presente no auditório.
"Recebi muitas mensagens de alunos (dizendo) isso acontece comigo em tantas aulas e ocasiões diferentes", reportou Letitia durante o discurso
A aluna vai se graduar ainda este ano, mas espera que o debate sobre o incidente continue vivo. Ela ainda conta que um professor pretende usar essa experiência no curso que leciona na instituição.