O que significa para The Walking Dead a saída de Robert Kirkman da AMC?

O que significa para The Walking Dead a saída de Robert Kirkman da AMC?

Conforme anunciado recentemente, Robert Kirkman, o criador de The Walking Dead, encerrou sua parceria de longa data com a AMC. Juntamente com sua produtora, a Skybound Entertainment, o autor fechou

Leia tudo

Conforme anunciado recentemente, Robert Kirkman, o criador de The Walking Dead, encerrou sua parceria de longa data com a AMC. Juntamente com sua produtora, a Skybound Entertainment, o autor fechou um contrato de dois anos com a Amazon para a produção de séries via streaming.

O acordo com a Amazon é de exclusividade para séries de TV, ou seja, Kirkman não poderá mais trabalhar com a AMC (para filmes, seu contrato está com a Universal Pictures).

Contudo, uma das principais séries da atualidade, The Walking Dead, continua na AMC. Como isso afetará a série de agora em diante?

The Walking Dead continua na AMC – mesmo sem Kirkman!

Na verdade a série de TV de The Walking Dead não pertence à Robert Kirkman. Ele é o criador dos quadrinhos, mas a adaptação para a TV, assim como a série paralela Fear The Walking Dead, são propriedades da AMC. É o procedimento padrão para a maioria das emissoras. Se você quer que sua história seja produzida, então terá que vender seus direitos.

Ou seja, a saída de Kirkman da AMC não implica em riscos de cancelamento de The Walking Dead. Na verdade, considerando a audiência imensa da série e todo o material que ainda existe para ser adaptados dos quadrinhos, é muito improvável que ela acabe em um futuro próximo.

Mesmo sem Kirkman, The Walking Dead tem uma grande equipe de roteiristas e diretores, para manter a série no ar por muitos anos.

Posts Relacionados