Joaquim Barbosa candidato, Bolsonaro perde espaço?

Joaquim Barbosa candidato, Bolsonaro perde espaço?

Joaquim Barbosa candidato, Bolsonaro perde espaço? Em tempos de crise na moralidade política brasileira, nomes como Barbosa e Bolsonaro entram em evidência. Mas o eleitorado de cada um é

Leia tudo

Joaquim Barbosa candidato, Bolsonaro perde espaço?



Em tempos de crise na moralidade política brasileira, nomes como Barbosa e Bolsonaro entram em evidência. Mas o eleitorado de cada um é diferenciado ou se resume no mesmo?


O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa deu declarações que balançaram o cenário político brasileiro na quarta-feira (7). Com relação a ser candidato a presidente em 2018, ele se diz hesitante, mas suas atitudes já são de pré-candidato.

Barbosa compareceu a uma solenidade no STF e respondeu perguntas feitas por jornalistas, sendo que a principal questão levantada era se ele seria ou não candidato a presidente em 2018. O ex-ministro do STF confirmou ter conversado com Marina Silva (Rede) e com lideranças do PSB, sem aprofundar o assunto.


Joaquim Barbosa
Em declaração na mesma solenidade, Joaquim Barbosa afirmou ser um cidadão brasileiro pleno, longe três anos dos cargos públicos e franco observador do cenário político do dias atuais e da vida dos brasileiros.

Barbosa acompanhou na primeira fila julgamento da chapa Dilma/Temer

O ex-ministro foi presença na primeira, entre os espectadores do processo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que deliberava sobre a validade das eleições presidenciais de 2014, vencidas por Dilma e Temer e essa presença pode ter um significado importante.

Presença heroica do processo do mensalão, no qual atou firmemente como relator, culminando com a prisão dos principais líderes do Partido Trabalhista (PT), apesar de ter sido escolhido para o STF pelo então presidente Lula (PT), Barbosa agiu e fez prevalecer a Justiça, mostrando que a indicação petista em nada pesou na sua decisão.

Posts Relacionados