8 ZONAS ERÓG*NAS FEMININAS E COMO ESTIMULÁ-LAS

8 ZONAS ERÓG*NAS FEMININAS E COMO ESTIMULÁ-LAS

Acho que todo mundo já ouviu falar de zonas erógenas, certo? Mas é sempre bom falar nelas. Até porque alguns homens acabam se esquecendo de acariciar algumas delas. As zonas erógenas são regiões do

Leia tudo

Acho que todo mundo já ouviu falar de zonas erógenas, certo? Mas é sempre bom falar nelas. Até porque alguns homens acabam se esquecendo de acariciar algumas delas. As zonas erógenas são regiões do corpo mais sensíveis às carícias e que podem desencadear o desejo sexual. Então, como descobrir ás áreas sensíveis no corpo que respondem ao toque e ao estímulo com prazer? O meio mais fácil é explorar o próprio corpo. Descobrindo de maneira lenta e gradual, sem pressa, no banho, por exemplo.

? Imperdível! Criamos um eBook com os melhores contos eróticos do Superela. Baixe grátis: 22 Contos Eróticos Inesquecíveis »

Aos poucos você descobrirá novas sensações prazerosas, sem necessariamente ter que chegar ao orgasmo. Essas descobertas, também devem contar com a ajuda do parceiro (importantíssimo) para a exploração do seu corpo. Nas zonas erógenas há um grande número de terminações nervosas, que ao serem estimuladas proporcionam sensações de prazer. E detalhe, não são restritas aos órgãos sexuais. Algumas dessas zonas ao serem acariciadas provocam prazer em ambos os sexos. Então, vamos conhecer algumas e despertá-las.

1. Seios
Estão entre as áreas preferidas dos homens para as carícias. Devem ser tocados com movimentos leves ou de maneira mais forte (tem que experimentar as duas, para saber o que você prefere). Beijos, mordidas suaves e até mesmo sucção podem aumentar a sensação de prazer. Porém algumas mulheres podem sentir desconforto na região das mamas por ocasião dos ciclos menstruais. Ao serem acariciados, os seios aumentam em aproximadamente 20% o seu volume, voltando ao tamanho normal depois do orgasmo. Fica a dica!

2. Vagina
Os pequenos e os grandes lábios são também regiões bastante sensíveis da mulher. Portanto, peça ao seu parceiro para caprichar no toque. Os pequenos lábios são um pouco mais sensíveis que os grandes lábios.

3. Clitóris
A estimulação dessa área produz sensações muito fortes. As carícias no clitóris devem ser feitas suavemente, com a ajuda dos dedos, da boca, da língua, e de vez em quando de um acessório específico para essa área, visto ter um grande número de terminações nervosas.

MAIS: 4 DICAS DE COMPORTAMENTO NO SEXO PARA SOLTEIRAS
MAIS: 10 MANDAMENTOS DA MULHER BOA DE CAMA

4. Nuca e pescoço
Estimule essas áreas com as mãos ou a boca. As carícias podem ir de uma massagem relaxante até beijos e mordidas delicadas. Por ser uma área ricamente inervada, os toques nesta região podem provocar sensações bastante prazerosas.

5. Coxas
A parte interna das coxas é muito sensível a carícias e beijos. Experimente fazer carícias usando vários tipos de toque. Alterne a delicadeza dos dedos, a firmeza da palma da mão e o leve roçar das unhas.

6. Bumbum
Esta é uma área que merece dedicação especial, podendo ser estimulado com beijos, pequenas palmadas e o que a imaginação permitir.

MAIS: [+18] VEM SEM NOJINHO?
MAIS: 7 PERGUNTAS QUE TODA MULHER DEVE SE FAZER PARA UMA VIDA SEXUAL MAIS PRAZEROSA

7. Ponto G
A existência do Ponto G ainda é um assunto controverso entre os médicos e as mulheres. Nem todos acreditam em sua existência. Para quem acredita, é uma área extremamente sensível, localizada abaixo do osso púbico, na parte anterior da vagina, entre sua abertura e o colo do útero. Pode ser alcançado e estimulado com o dedo, pênis (em algumas posições sexuais) e também com acessórios. Ao ser estimulado, ele aumenta a excitação da mulher e capaz de levar ao orgasmo. Portanto, não custa tentar encontrá-lo.

8. Mente
Sim, amiga. O maior órgão sexual é sem dúvida a mente. O que você imagina, com certeza, vai influenciar e muito na sua relação sexual. Então, alimente suas fantasias e estimule sua imaginação!

Posts Relacionados